Anderson Silva vai voltar a lutar no UFC em janeiro

Lutador brasileiro vai encarar norte-americano Nick Diaz em Las Vegas no dia 31 de janeiro, véspera do Super Bowl

Agência Estado

29 de julho de 2014 | 19h48

Afastado dos octógonos desde que sofreu lesão chocante numa luta em dezembro do ano passado, Anderson Silva vai voltar ao UFC em janeiro do ano que vem. Nesta terça-feira, o anúncio do torno do atleta brasileiro foi feito em entrevista de Dana White, o presidente do Ultimate, à ESPN norte-americana.

"A luta que os fãs estavam esperando, a luta que os fãs estavam pedindo. Nós ''casamos'' Anderson Silva x Nick Diaz, no dia 31 de janeiro, em Las Vegas. Será o evento principal e a luta terá cinco rounds", contou o mandatário do UFC.

Nos últimos dias do ano passado, Anderson Silva fazia a revanche contra o norte-americano Chris Weidman, para tentar recuperar o título dos médios do UFC, quando a tentativa de um chute, que parou na canela do rival, quebrou a fíbula e a tíbia da perna esquerda do brasileiro, em cena chocante.

Aos 38 anos e sem o cinturão do UFC, Anderson Silva viu especialistas apontarem que ele deveria parar. Mas voltou aos treinos já no primeiro semestre deste ano, com uma haste metálica na sua perna.

O retorno aos octógonos vai acontecer em um dos eventos mais importantes do ano para o UFC. Afinal, 31 de janeiro é véspera do Super Bowl, a final da NFL (liga de futebol americano). Nick Diaz não luta desde março do ano passado, quando perdeu para Georges St-Pierre na disputa do cinturão dos meio-pesados. Campeão do antigo Strikeforce, ele só fez três lutas no UFC.

Tudo o que sabemos sobre:
UFCAnderson Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.