André Dias despreza os vexames de 2007

O São Caetano é um adversário que traz péssimas recordações para André Dias. No ano passado, o zagueiro foi protagonista da pior derrota do São Paulo na temporada. No segundo jogo das semifinais do Campeonato Paulista, o time do ABC goleou por 4 a 1 em pleno Morumbi. André Dias levou um drible desconcertante de Glaydson, no terceiro gol do São Caetano, e viu seu time ser eliminado. "Calculei mal o lance e fui driblado, mas aquilo poderia ter acontecido com qualquer outro zagueiro", defende-se André Dias. "Hoje, são outras equipes, aquele resultado é passado."No entanto, a má atuação provocou mudanças no time e André Dias acabou na reserva - perdeu a vaga para Breno. O zagueiro garante que aprendeu a lição e voltou com mais vontade, depois das férias. "Procurei me cuidar bastante, perdi peso (quatro quilos) e agora me sinto muito mais leve, com menor chance de sofrer lesões."O São Caetano, que precisa vencer para se afastar da zona do rebaixamento, não terá dois de seus principais jogadores: os ex-são-paulinos Rafinha e Andrezinho, que estão lesionados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.