Andrés diz que 'não está aberto' a suceder Teixeira

O ex-presidente do Corinthians e hoje diretor de seleções da CBF garantiu ontem que não é candidato ao cargo de Ricardo Teixeira. Perguntado ontem pelo Estado, em St. Gallen, na Suíça, sobre a hipótese de suceder o dirigente, Sanchez disse "não estar aberto''. Repetindo o discurso dos últimos dias, afirmou que "há muitos em sua frente'' e que, "se Deus quiser'', Teixeira não vai renunciar. "Não sou candidato a nada", insistiu Andrés

O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2012 | 03h05

Sobre a reunião na CBF amanhã, Sanchez disse esperar que os presidentes de federações "tenham consciência da importância do futebol brasileiro para todos''. Segundo ele, não é o momento de tumultuar o ambiente. "Estamos às portas de uma Copa do Mundo. Temos de trabalhar em prol do Brasil'', alegou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.