Stephanie Lecocq/EFE
Stephanie Lecocq/EFE

Andressa de Morais é prata no lançamento de disco na Diamond League

Brasileira alcançou a marca de 64,65 metros e só foi superada pela cubana Yaimé Pérez, que conseguiu chegar aos 65m

Estadão Conteúdo

31 Agosto 2018 | 18h42

A brasileira Andressa de Morais conquistou nesta sexta-feira a medalha de prata no lançamento do disco na Diamond League, o principal circuito de competições do atletismo mundial. A última etapa da temporada foi dividida entre as cidades de Zurique, na Suíça, onde ocorreram as provas na quinta-feira, e Bruxelas, na Bélgica, palco das finais das modalidades nesta sexta.

Recordista sul-americana, Andressa alcançou a marca de 64,65 metros e só foi superada pela cubana Yaimé Pérez, que conseguiu chegar aos 65m. As duas deixaram para trás a principal favorita da prova, a croata Sandra Perkovic, bicampeã olímpica e bicampeã mundial, que terminou com o bronze com 64,31m.

O ouro e a prata foram definidos apenas no último lançamento. Andressa conseguiu sua melhor marca e assumiu provisoriamente o primeiro lugar. Mas na sequência veio a cubana e conquistou o lugar mais alto do pódio. Foi a quarta participação da brasileira na Diamond League nesta temporada. Ela terminou em quarto lugar em Londres, Doha e Paris, e garantiu a sétima colocação em Roma.

Outro brasileiro na final desta sexta-feira, o campeão olímpico Thiago Braz terminou em 10º lugar no salto com vara. Sua melhor marca foi de 5,53m. O russo Timur Morgunov foi o campeão, com 5,93m. O norte-americano Sam Kendricks ficou em segundo lugar, com 5,88m, seguido do canadense Shawn Barber, com 5,83m. Na quinta-feira, nas finais em Zurique, o brasileiro Darlan Romani terminou em quarto lugar no arremesso do peso, com a marca de 21,94m.

OUTROS RESULTADOS

O norte-americano Christian Coleman venceu os 100 metros nesta sexta-feira com direito a melhor marca da temporada. O atleta completou a prova em 9,79 segundos deixando para trás seu compatriota Ronnie Baker, que largou mal e ficou com a prata com o tempo de 9,93s. O bronze foi para o jamaicano campeão olímpico Yohan Blake.

A colombiana Caterine Ibarguen conquistou o ouro no salto em distância no dia seguinte após vencer também no salto triplo em Zurique. Nesta sexta-feira, ela fez o melhor salto em 6,80 metros. A britânica Shara Proctor terminou com a prata e a norte-americana Sha'Keela ficou com o bronze.

 

 

Mais conteúdo sobre:
atletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.