Anesie promete surpreender quenianas

Ainda promessa no mundo do atletismo, a jovem Anesie Kwizera, que nesta sexta-feira completa 19 anos, pode ser uma das surpresas da prova feminina da São Silvestre. A atleta do Burundi, país encravado no continente africano (faz fronteira com os também pouco conhecidos Tanzânia, Ruanda e Congo), ela é direta ao falar de seus objetivos. ?Quero ganhar, chegar na frente das brasileiras e quenianas?, avisa. No Brasil desde o fim de novembro, Anesie disputou três corrida no País. Seu saldo é bastante positivo: duas vitórias e um 2º lugar. Seu resultado mais importante foi o 1º lugar na Prova Sargento Gonzaguinha, seletiva para a São Silvestre, disputada no dia 11 pelas ruas da zona norte da capital. Difícil, porém, é entender as impressões de Anesie sobre o Brasil. A corredora fala apenas o quirundi, língua oficial de seu país junto com o francês (este idioma, porém, ela pouco domina). Ainda assim, Anesie diz que adorou o Brasil. ?As pessoas são alegres e a comida, muito boa?. O que mais estranhou foi o clima. ?É muito calor, mas de repente esfria e começa a chover?.

Agencia Estado,

29 de dezembro de 2005 | 18h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.