Ansioso pelo Mundial, Corinthians testa sua força

Partida contra o Inter é considerada por Tite como fundamental na preparação da equipe para o torneio no Japão

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2012 | 02h02

Nem mesmo o quase sempre comedido Tite consegue esconder a ansiedade com o Mundial se aproximando cada vez mais. "Estamos ansiosos. Todo mundo queria que a viagem para o Japão fosse já na segunda-feira", admite o treinador. Ele, porém, cobra de seus comandados "desempenho e competitividade" na partida de hoje contra o Internacional, às 19h30, no Beira-Rio.

Para Tite, o jogo desta noite é fundamental na preparação do Corinthians para o Mundial. Mesmo com o Colorado praticamente fora da disputa por vaga na Libertadores, ele espera um adversário aguerrido por conta do recente acirramento da rivalidade entre paulistas e gaúchos. "É um clássico", exagera Tite.

A expectativa é que, por jogar em casa, o Inter tente pressionar. Segurar a linha de frente formada por D'Alessandro, Forlán e Leandro Damião será, já projetando um possível confronto com o Chelsea na decisão do Mundial, um ótimo teste para a defesa alvinegra. Aos homens de frente, o desafio será jogar tão bem como no último sábado, quando o Corinthians goleou o Coritiba por 5 a 1 - com apenas 20 minutos a equipe já havia marcado três gols.

"A ideia é que o time apresente uma evolução até a última partida antes do Mundial, mas se tivermos o mesmo desempenho do jogo com o Coritiba estará bom", pede Tite.

Sem Jorge Henrique (dores na coxa direita), o Corinthians jogará no esquema 4-2-2 e não no habitual 4-3-3. A vaga do atacante será ocupada pelo meia Danilo, que faz hoje o seu primeiro jogo como titular depois de mais de um mês. O atleta sofreu um corte no tornozelo direito no dia 17 de outubro e retornou à equipe apenas diante do Coritiba, mas entrou no segundo tempo.

Danilo terá a missão de armar as jogadas ao lado de Douglas. Assim, o time passa a atuar de maneira mais cadenciada e perde velocidade. Emerson, que não atua desde o dia 13 de outubro, quando sofreu uma lesão no joelho direito, ficará no banco.

Mundial. O Al Ahly, do Egito, bateu o Espérance, da Tunísia, por 2 a 1, ontem, e conquistou a Liga dos Campeões da África. Com o título, a equipe garantiu vaga no Mundial e pode enfrentar o Corinthians na semifinal do torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.