Ao lado de Ronaldo e Fernanda Lima, Valcke exalta trabalho social da Fifa

Entidade que comanda o futebol mundial lança um torneio para crianças carentes no Rio

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2014 | 15h22

RIO - O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, utilizou o lançamento de um torneio voltado a jovens carentes para defender a atuação da entidade no mundo todo. Ele declarou que a Fifa "gasta dinheiro todos os dias" para tentar fazer "este mundo um pouco melhor". Com isso, tenta blindar a entidade diante dos protestos que têm se espalhado pelo Brasil contra a realização da Copa do Mundo.

A declaração foi dada nesta terça-feira, no bairro do Caju, no Rio, onde Valcke lançou o Festival "Football for Hope", torneio que irá reunir 32 equipes de projetos sociais apoiados pela entidade em vários países do mundo, entre os dias 7 e 12 de julho.

"É importante dizer o que nós estamos fazendo na Fifa. Nós não estamos apenas organizando megaeventos esportivos. Nós gastamos dinheiro todos os dias em todo o mundo com o futebol, ajudamos muitas associações e programas ao redor do mundo, usando o futebol para fazer este mundo um pouco melhor", discursou Valcke.

Ao lado do secretário-geral, estiveram presentes ao lançamento do torneio o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o secretário-executivo da pasta, Luís Fernandes, e o ex-jogador Ronaldo, integrante do Comitê Organizador Local (COL), além de outras autoridades.

Após o lançamento oficial, Valcke, Rebelo e Ronaldo participaram de uma "pelada" com jovens do projeto "Gol de Placa". O jogo, disputado em campo e balizas reduzidas, teve direito a um drible conhecido como "janelinha" do ex-jogador no ministro. O lance rendeu aplausos dos presentes.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolValckeCopa do Mundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.