Após 5 meses de tentativas, Alex é do Corinthians

Sonho para a Libertadores, ex-jogador de Spartak e Internacional chega para o Brasileiro, mas só deve estrear em agosto

Fábio Hecico, O Estado de S.Paulo

14 de maio de 2011 | 00h00

Com cinco meses de atraso, o Corinthians enfim conseguiu acertar a contratação de Alex, do Spartak de Moscou, da Rússia, um pedido do técnico Tite e que era o grande sonho da diretoria para o início da temporada. Depois de ouvir "não" dos russos algumas vezes, o Alvinegro enviou o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves à Rússia, para sacramentar o negócio. Por 6 milhões (cerca de R$ 16 milhões), o meia defenderá o clube nos próximos três anos.

O negócio, porém, era para ser anunciado apenas na segunda-feira, dia em que o Corinthians promete anunciar seu recheado pacote de contratações para o Campeonato Brasileiro. Além de Alex, um volante experiente também será anunciado. O clube ainda corre para fechar com um zagueiro, um goleiro (o jovem Renan, do Avaí, é o nome mais cotado), com o também meia Seedorf e com o atacante André, do Dínamo de Kiev. O lateral-direito Weldinho, ex-Paulista, o volante Edenilson, ex-Caxias, e o atacante Gilberto, atualmente no Santa Cruz, são outros que vestirão a camisa alvinegra.

Rvitar falar em contratações é missão dos dirigentes para não prejudicar a preparação para a decisão do Paulista. Mas faltou combinar com o Spartak, que ontem soltou uma nota revelando a saída de Alex. "Hoje, Alex viajará ao Brasil para um exame médico e para discutir seu contrato pessoal. Se passar no exame, então os dois clubes vão assinar o contrato de transferência", trouxe o comunicado publicado no site oficial da equipe.

Alex desembarca no País hoje. Deve ir direto para os exames médicos numa clínica em Santana. Depois, com os resultados em mãos, parte ao Parque São Jorge para a assinatura do contrato de três temporadas.

Apesar do acerto, o meia revelado pelo Guarani, que ganhou notoriedade em seis temporadas no Internacional (2004 a 2009) ainda não sabe quando poderá entrar em campo pela primeira vez com a nova camisa.

A janela de transferência europeia só abre em agosto, o que custaria 13 rodadas ao novo maestro corintiano - Alex deve vestir uma camisa com número diferenciado, já que a 10 pertence a Adriano. A estreia, portanto, ficaria para a 14.ª rodada, diante do América-MG, no Pacaembu. Mas há a esperança que seja antecipada para a 11.ª, diante do Cruzeiro, também em casa. Ano passado, a Fifa atendeu um pedido da CBF e antecipou em duas semanas a abertura da janela de transferências, o que deve ser repetido nesta temporada, novamente por solicitação dos clubes.C

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.