Satiro Sodré/Cbda
Satiro Sodré/Cbda

Após adiamento, Federação remarca Mundial de Esportes Aquáticos para maio de 2022

O local será mantido o mesmo da data anterior: a cidade de Fukuoka, no Japão

Redação, Estadão Conteúdo

04 de maio de 2020 | 09h38

A Federação Internacional de Natação (Fina, na sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira a nova data para o Mundial de Esportes Aquáticos. A competição, que estava inicialmente prevista para o período entre 16 de julho e 1 de agosto de 2021, foi adiada por conta da mudança dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 para o próximo ano, e agora será realizada entre 13 e 29 de maio de 2022.

O local é o mesmo previsto anteriormente: a cidade de Fukuoka, no Japão. "Depois de nos relacionarmos com as partes interessadas relevantes e receber feedback delas, não temos dúvidas de que a decisão tomada fornecerá as melhores condições possíveis para todos os participantes no campeonato", afirmou o presidente da Fina, o uruguaio Júlio Maglione, em comunicado oficial divulgado pela entidade nesta segunda-feira.

A decisão de o Mundial acontecer em maio de 2022 faz com que ele não tenha conflito de datas com os Jogos da Comunidade Britânica (Commonwealth), que reúnem atletas de algumas das principais potências do mundo e serão disputados de 27 de julho a 7 de agosto na cidade de Birmingham, na Inglaterra.

A Fina revelou que tinha quatro opções de datas para a realização do Mundial de Esportes Aquáticos - - que envolve natação, saltos ornamentais, nado artístico, polo aquático, maratona aquática em águas abertas e salto em plataforma alta: entre março e abril de 2021 (antes da Olimpíada de Tóquio), em agosto de 2021 (imediatamente após os Jogos Olímpicos), no final de 2021 ou mudar para 2022.

A escolha da Fina por transferir a sua competição mais importante de 2021 para 2022 é a mesma do atletismo, que já havia anunciado que o seu Mundial havia mudado de ano também, de 2021 para 2022. Este será realizado na cidade de Eugene, nos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.