Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Após adiamento por terremoto, Brasil embarca para Mundial Paralímpico de Natação

Delegação brasileira conta com 17 nadadores, entre eles Daniel Dias

Estadão Conteúdo

27 Novembro 2017 | 17h18

Pouco mais de dois meses depois de as graves consequências de um forte terremoto terem motivado o adiamento do Mundial Paralímpico de Natação, que foi remarcado para acontecer entre os próximos dias 2 e 7 de dezembro, a seleção da seleção brasileira da modalidade vai embarcar rumo à Cidade do México na noite desta segunda-feira, no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP).

+ 'Mesmo com os Jogos-16, temos uma barreira', admite atleta paralímpico

+ Raquel Viel vence câncer e é o retrato da superação do Brasil no México

A delegação brasileira conta com 17 nadadores, sendo o principal deles Daniel Dias, dono de 24 medalhas em Jogos Paralímpicos, sendo 14 delas de ouro. Outros oito medalhistas da Paralimpíada de 2016, realizada no Rio de Janeiro, também farão parte do time nacional em solo mexicano.

Remarcado para dezembro, o Mundial Paralímpico de Natação estava inicialmente previsto para ocorrer entre os dias 30 de setembro e 6 de outubro. Porém, no último dia 19 de setembro, poucas horas antes do embarque da seleção brasileira para o evento, um terremoto de magnitude 7,1 graus na escala Richter causou centenas de mortes e provocou grandes danos em edifícios e na infraestrutura da Cidade do México.

Parte da estrutura do hotel onde ficaria a equipe nacional, inclusive, sofreu danos após o forte tremor e, no dia 20 de setembro, o Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) anunciou o adiamento da competição e também do Mundial Paralímpico de Halterofilismo. Este outro evento, também reagendado, ocorrerá no mesmo período, entre os dias 2 e 8 de dezembro, em um local que fica ao lado da Piscina Olímpica Francisco Márquez, palco da competição de natação que ocorrerá no próximo mês.

Naquela ocasião, o IPC explicou que a decisão foi tomada após uma avaliação da situação da Cidade do México depois de contatos com o Comitê Organizador Local e o governo mexicano. Agora, porém, a delegação brasileira deverá embarcar normalmente para o Mundial em voo marcado para decolar às 23h15 desta segunda-feira. A equipe nacional de halterofilismo viaja no dia 29, neste mesmo voo, mas na próxima quarta.

No último Mundial Paralímpico de Natação, realizado em 2015 na cidade de Glasgow, na Escócia, o Brasil terminou na quarta posição no quadro de medalhas, com 11 ouros, oito pratas e quatro bronzes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.