Após briga, boxeador Chisora recupera licença britânica

O pugilista Dereck Chisora recuperou sua licença britânica de boxe um ano depois de ser destituído após uma briga com o também peso pesado britânico David Haye durante uma entrevista coletiva. Chisora havia perdido a sua concessão para lutar, dada pelo Conselho de Controle de Boxe da Grã-Bretanha, em abril de 2012.

AE-AP, Agência Estado

12 de março de 2013 | 15h33

Dos meses antes, Chisora brigou com Haye em Munique, na entrevista coletiva após a sua derrota para o ucraniano Vitali Klitschko em combate que valia o cinturão dos pesos pesados do Conselho Mundial de Boxe.

Com a punição, Chisora, que possui títulos britânicos e dos Jogos da Commonwealth, usou uma licença concedida por Luxemburgo para disputar uma luta contra Haye, em Londres, em julho de 2012. O combate foi vencido por Haye, que nocauteou o adversário no quinto round.

O promotor Frank Warren disse que Chisora recebeu uma nova licença nesta terça-feira e voltará a lutar no dia 20 de abril, contra adversário ainda não revelado. "Estou feliz que todo esse episódio finalmente ficou para trás", disse Chisora.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeDereck Chisoralicença

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.