John David Mercer/USA Today
John David Mercer/USA Today

Após prata, Brasil avança a três finais na canoagem velocidade

Brasileiros avançam em todas as eliminatórias da manhã

Estadão Conteúdo

12 de julho de 2015 | 14h14

O dia foi bom para o Brasil na canoagem velocidade nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Depois de ganhar a medalha de prata no K4 1.000 metros, o País participou das eliminatórias de três provas e avançou à final de todas elas, com direito ao melhor tempo do dia no Isaquias Queiroz, no C1 200m. Assim, vai disputar todas as finais da modalidade.

Medalhista de bronze no Mundial, Isaquias completou a eliminatória do C1 200m em 40s189, colocando quase um segundo de vantagem sobre o mais rápido da outra bateria, o canadense Jason McCoombs, seu adversário na briga pelo título pan-americano. A final será nesta terça-feira, às 10h35 (horário de Brasília).

No K1 200m, Edson Isaias foi o terceiro melhor de uma forte bateria que teve a presença de Argentina, Cuba e Estados Unidos. Na canoagem velocidade, o "C" indica que a embarcação é uma canoa. O "K", que é um caiaque.

A única que não avançou diretamente à final foi Edileia Matos, no K1 200m. Ela terminou em quarto a sua bateria eliminatória e precisou participar da semifinal, na qual foi a terceira colocada. Das 11 atletas inscritas, só duas foram eliminadas. Nove vão disputar a final nesta terça.

Na segunda-feira, a canoagem velocidade terá apenas finais. São cinco, sendo quatro de provas de 1.000 metros (K1, C1, K2 e C2 masculino) e uma de 500 metros (K1 feminino). O Brasil será representado em todas as provas, sendo candidato a conquistar pelo menos mais duas medalhas. No C1, Isaquias Queiroz quase ganhou o título mundial em 2014 - a sua canoa virou a poucos metros da linha de chegada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.