Após cross country, Brasil sobe para 10.º lugar no CCE

LONDRES - A equipe brasileira do Conjunto Completo de Equitação melhorou sua colocação na Olimpíada de Londres nesta segunda-feira, quando foram disputadas as provas de cross country. O time, que havia fechado o primeiro dia no último lugar por conta do mau desempenho no adestramento, agora passou para o décimo lugar, com 269.20 pontos perdidos. Os líderes são os alemães, com 124.70 pontos perdidos.

O Estado de S. Paulo

30 de julho de 2012 | 18h28

Os destaques do time brasileiro nesta segunda foram Ruy Fonseca, que terminou em 45.º na classificação geral do CCE, e Marcelo Tosi, em 47.º. "Foi um caminho bem longo para mim e esse cavalo, o Tom Bombadill Too. Esse percurso é perfeito para ele e foi uma das melhores voltas de cross country que já fizemos", disse Fonseca.

Enquanto isso, Tosi comemorou o bom desempenho da sua montaria, Eleda All Black, diante das circunstâncias encontradas. "Meu cavalo é o maior daqui. Ele é grande demais para essas curvas, mas tentou obedecer da melhor forma e fez um ótimo trabalho."

Os outros dois brasileiros do CCE ficaram mais abaixo na classificação. Jorge Márcio Carvalho ficou na 50ª posição, enquanto que Serguei Fofanoff terminou o dia em 59.º. A competição do CCE termina nesta terça, com a prova de saltos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.