Arquivo/AE
Arquivo/AE

Após desculpas, Tiger Woods perde mais um patrocínio

'Não vemos mais espaço para Tiger em nossos projetos de marketing e decidimos encerrar o nosso acordo'

AE, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2010 | 20h53

O pedido público de desculpas, feito na semana passada, não foi suficiente para aliviar a pressão sobre o golfista Tiger Woods. Nesta sexta-feira, o atleta bilionário perdeu mais um patrocinador: a Gatorade, da Pepsi.

Veja também:

linkONG desiste de usar foto de Tiger Woods em campanha

linkPara o dalai-lama, Tiger Woods precisa de mais fé

linkTiger Woods pede desculpas e diz que não sabe quando volta

"Não vemos mais espaço para Tiger em nossos projetos de marketing e decidimos encerrar o nosso acordo", divulgou a empresa. "Desejamos muita sorte a ele", completou o porta-voz. A Gatorade, porém, continuará a atuar com a entidade assistencial mantida pelo atleta, a Tiger Woods Foundation, que atende crianças carentes.

Em novembro, a empresa já havia encerrado sua linha de produtos com a marca do golfista, antes de surgir as suspeitas de infidelidade do atleta. Os problemas familiares de Woods não atrapalharam o acordo com a Gatorade, que declarou apoio ao golfista.

Com o anúncio desta sexta, a Gatorade se tornou o terceiro grande patrocinador a abandonar o esportista. Antes, a AT&T e a Accenture encerraram os acordos com o golfista. Já a Nike e a Electronic Arts reforçaram seu apoio na semana passada, assim que Woods fez o pedido de desculpas. Outras empresas, como Procter & Gamble, Gillette e Tag Heuer, mantiveram o patrocínio, mas reduziram a exposição do atleta em suas campanhas.

Tudo o que sabemos sobre:
golfeTiger Woodspatrocinadorgatorade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.