Após feito histórico, dupla do Brasil cai nas quartas do Mundial de Tênis de Mesa

A histórica campanha dos brasileiros Cazuo Matsumoto e Thiago Monteiro na chave de duplas do Mundial de Tênis de Mesa, realizado em Suzhou, na China, chegou ao fim nesta quinta-feira. Após igualarem a melhor campanha do País na história da competição ao alcançaram as quartas de final, feito que só havia sido alcançado por uma dupla brasileira em 1964, eles não conseguiram se classificar para a disputa de medalha.

Estadão Conteúdo

30 de abril de 2015 | 09h57

Em uma partida definida em sete sets, Cazuo (107º colocado do ranking mundial) e Thiago (156º) perderam para os sul-coreanos Sangsu Lee (47º) e Hyundeok Seo (101º) por 4 a 3, com parciais de 11/6, 6/11, 6/11, 11/5, 11/7, 6/11 e 11/7.

"Foi muito importante para nós, estivemos a um único jogo da medalha, mas é difícil pensar nesse feito agora. Ainda estamos pensando o que poderíamos ter feito de diferente. Pelo lado racional, só temos coisas positivas a tirar. No emocional, vai ficar sempre o gostinho de que poderíamos ter feito um pouco melhor", afirmou Thiago.

Para ele, a experiência da dupla sul-coreana acabou fazendo a diferença no duelo. "Sabemos que eles são um pouco mais fortes, estão mais acostumados a jogar esse tipo de partida que vale uma medalha. Estamos ganhando essa experiência em nível internacional. Voltaremos mais fortes", completou.

O técnico da seleção brasileira de tênis de mesa, Jean-René Mounie, elogiou a participação da dupla no Mundial. "Temos apenas coisas positivas para levar. É claro que estamos desapontados, porque queríamos a medalha, mas estou muito orgulhoso dos rapazes, da forma como eles jogaram, a atitude que tiveram. Sabemos que estamos no caminho certo, temos de continuar trabalhando assim", projetou o francês

A eliminação de Cazuo e Thiago encerrou a participação do Brasil no Mundial de Tênis de Mesa. Em Suzhou, o País teve outra dupla, formada por Gustavo Tsuboi (54º) e Hugo Calderano (60º), que se classificou às oitavas de final. Outro resultado relevante foi obtido no torneio de duplas mistas, em que Calderano e Caroline Kumahara (143ª) ficaram a um passo das oitavas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.