Após furar quali, holandesa vence colombiana e é campeã em Nuremberg

A holandesa Kiki Bertens coroou neste sábado sua grande campanha no Torneio de Nuremberg com o título no saibro alemão. Atual 89 do ranking, a tenista de 24 anos veio do qualifying e, após eliminar favoritas, aproveitou o cansaço da colombiana Mariana Duque-Mariño para vencer a final por 2 sets a 0, com duplo 6/2.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

21 de maio de 2016 | 11h45

Foi apenas o segundo título de Bertens no circuito profissional. Para chegar a esta conquista, ela superou logo na segunda rodada a italiana Roberta Vinci, primeira cabeça de chave, e depois eliminou a local Julia Görges na semifinal. Embalada, soube se impor em quadra neste sábado.

Na final, a tenista da Colômbia não escondeu o cansaço em razão da "maratona" que enfrentou na sexta-feira. Por causa de um atraso na programação de quinta-feira, ela precisou jogar duas partidas na sexta. Ao todo, permaneceu em quadra durante quatro horas.

Assim, sem enfrentar maior resistência da rival, Bertens controlou a partida e obteve quatro quebras de saque, duas em cada set, e fechou o jogo rapidamente, em apenas 1h04min de confronto. As duas tenistas também vão disputar a partir de domingo o Torneio de Roland Garros, em Paris.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.