Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Após ouro na sexta, judô brasileiro tem sábado ruim em Baku

Alex Pombo e Eduardo Yudy Santos perderam todas as suas lutas

Estadao Conteudo

11 de março de 2017 | 11h02

O sábado foi de vacas magras para o judô brasileiro em Baku. Apenas dois judocas do País competiram no segundo dia do Grand Slam, o primeiro do ano, e nenhum dos dois conseguiu sequer uma vitória. Na sexta-feira, como comparação, o Brasil havia conquistado uma medalha de ouro e chegado a três disputas pelo bronze - perdendo todas.

Neste sábado, Alex Pombo, que foi o representante do Brasil nos Jogos Olímpicos na categoria até 73kg, perdeu na estreia para Telman Valiyev, do Azerbaijão, em luta que só foi decidida no golden score.

Já o jovem e promissor Eduardo Yudy Santos (81kg), que nasceu no Japão e é filho de brasileiros, foi eliminado pelo compatriota japonês Kenya Kohara. O brasileiro de 22 anos, campeão do Open de Roma, em fevereiro, já é o 32.º do ranking mundial - seu rival é o 168.º.

Na sexta-feira, outra brasileira de origem japonesa, Stefannie Koyama, de apenas 21 anos, ganhou o ouro na categoria até 48kg. Sarah Menezes (52kg), Gilmara Prudêncio (57kg) e Eric Takabatake (60kg) perderam na disputa do bronze. Já no domingo vão a tatame Bruno Mendonça (90kg), Rafael Silva (+100kg), Samanta Soares (78kg), Melina Scardua (78kg) e Camila Yamakawa (+78kg). Bruno volta a uma competição internacional depois de três anos. Até então, lutava numa categoria 17kg mais leve.

Tudo o que sabemos sobre:
Judôjudô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.