Após perder cinturões, Klitschko pede revanche para nova luta contra Fury

O ucraniano Wladimir Klitschko pediu nesta quarta-feira uma revanche contra o britânico Tyson Fury, para quem perdeu os cinturões dos pesados da Associação Mundial, da Federação Internacional e da Organização Mundial de Boxe, na noite de sábado, em Düsseldorf, na Alemanha.

Estadão Conteúdo

02 de dezembro de 2015 | 15h16

"Eu estava muito frustrado logo depois da luta, mas depois de algumas noites de pouco sono eu sei agora que quero mostrar que sou muito melhor do que fez sugerir a minha performance no sábado", comentou o pugilista, que dominou por 11 anos as disputas dos cinturões da WBA, IBF e WBO (nas siglas em inglês).

"Eu não pude mostrar todo o meu potencial naquele momento. Isso é o que eu quero mudar nesta revanche. E eu vou mudar. Falhar não é uma opção", disse o veterano, de 39 anos.

O pedido de revanche, que consta no contrato da primeira luta, foi bem recebido pela equipe de Fury. "Essa é uma notícia fantástica. Estamos extasiados", declarou Peter Fury, tio e treinador do novo campeão dos pesados. Ainda não há definições sobre data e local da nova luta.

Antes do pedido do ucraniano, Tyson Fury esquentou a rivalidade que está surgindo entre os dois boxeadores ao afirmar que a equipe de Klitschko é "trapaceira". "Tinha boa informação, de fontes seguras, de que não deveria tocar em nada nos vestiários porque poderiam tentar me drogar. Fui para casa desidratado antes de tocar em algo", afirmou o novo campeão em relação aos integrantes do time do ucraniano.

Falando em hipótese sobre a revanche, antes da confirmação desta quarta, Fury provocara Klitschko. "Não acho que ele possa fazer muito melhor. Se ele imagina que tem chance de novo, vamos lá. Round dois, ''ding, ding''", provocou o britânico.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeWladimir KlitschkoTyson Fury

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.