Flávio Hopp/COB
Flávio Hopp/COB

Após punição a rival, Victor Colonese recebe bronze da maratona aquática do Pan

Brasileiro herdou posição por causa da desclassificação do argentino Guillermo Bertola

Redação, Estadão Conteúdo

29 de janeiro de 2021 | 18h50

O nadador Victor Colonese recebeu nesta sexta-feira a medalha de bronze da maratona aquática de 10 quilômetros nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019. O brasileiro havia sido o quarto colocado no evento, mas acabou herdando uma posição por causa da desclassificação do argentino Guillermo Bertola.

Bertola cometeu uma infração nas normas de controle antidopagem da Federação Internacional de Natação, em decisão que havia sido anunciada em 1.° de julho de 2020, com a suspensão do argentino significando a anulação de seus resultados nas temporadas 2018 e 2019. No Pan, o brasileiro havia completado a prova em 1h54min03s6.

Colonese, de 29 anos, recebeu sua medalha em cerimônia realizada na Unisanta, o seu clube. E ela foi entregue pelo campeão olímpico de judô, Rogério Sampaio, acompanhado do Secretário de Esportes de Santos, Gelásio Ayres Fernandes Junior.

"É um momento único na minha carreira. Estou muito feliz com tudo: o evento, a cerimônia, a medalha. Fui o único a ter recebido esse bronze, mas por trás de tudo tem uma equipe gigante ao meu redor, trabalhando por mim. Essa medalha também é da minha família, do meu clube e dos meus patrocinadores", celebrou Colonese.

O nadador ainda foi agraciado com o Ginga, mascote do Time Brasil, das mãos do pró-reitor administrativo da Unisanta, Marcelo Teixeira; e do presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Luiz Fernando Coelho.

"Tem alguns momentos que não vão sair da minha memória. O momento da chegada da prova em Lima, a espera até a confirmação do terceiro lugar no Pan e, é claro, receber a medalha no dia de hoje", falou Colonese.

Com mais essa conquista, o Brasil passa a somar 169 medalhas conquistadas no Pan de Lima, sendo 54 ouros, 45 pratas e 70 bronzes. Foram, ainda, três pódios nas maratonas aquáticas: além do bronze de Colonese, Ana Marcela Cunha foi campeã da prova feminina e Viviane Jungblut, terceira colocada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.