Após queda na 1ª rodada dos playoffs, Pacers decide contratar novo técnico

Frank Vogel não voltará a comandar o Indiana Pacers no próximo campeonato da NBA. O presidente da equipe, Larry Bird, disse nesta quinta-feira que não vai renovar o contrato do treinador para a temporada 2016/2017. Na avaliação de Bird, é a hora de ter uma nova voz à frente da equipe.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

05 de maio de 2016 | 14h18

"Sei que não vai ser uma decisão 100% popular", disse Bird, em entrevista coletiva, explicando que agiu de acordo com a sua filosofia de que um treinador não deve permanecer por muito tempo à frente de uma equipe. "Mas a minha responsabilidade é fazer o que é melhor para a franquia".

Vogel teve um retrospecto de 250 vitórias e 181 derrotas em cinco temporadas e meia no Pacers. Ele levou o time cinco vezes aos playoffs, incluindo esta temporada, quando perdeu na primeira rodada para o Toronto Raptors. Antes, conduziu o time à final da Conferência Leste nas temporadas 2012/2013 e 2013/2014.

Sob o comando do treinador, o Pacers foi conhecido como uma das equipes com melhor defesa da NBA, mas Bird começou a pensar no meio da temporada que talvez fosse o momento de uma mudança de direção, para tratar de reanimar um ataque considerado frágil.

Bird disse que a decisão de não renovar o contrato de Vogel foi uma das mais difíceis da sua vida. Mas pensou que os jogadores começam a ficar desconcentrados de um treinador depois de três anos, e Vogel durou mais do que isso. Por isso, optou por não mantê-lo mais.

Tudo o que sabemos sobre:
Indiana PacersNBALarry BirdBird

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.