Após retirada de tumor, fixo Neto promete 'vencer o que vier pela frente'

Jogador de futsal de 35 anos se recupera de operação no cérebro

Estadão Conteudo

05 Fevereiro 2017 | 13h18

Herói da conquista do Mundial de Futsal de 2012 com a seleção brasileira, o fixo Neto falou pela primeira vez sobre seu estado de saúde. Na última sexta-feira, o jogador de 35 anos foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor no cérebro. O procedimento foi realizado com sucesso e ele aproveitou para tranquilizar seus fãs.

"Queria agradecer todo mundo, todo mundo mesmo, por toda corrente de vibração que vocês fizeram por mim. Queria dizer que estou bem, não estou sentindo nada. Sei que ainda terei etapas a serem vencidas, e vou vencê-las. Mas muito obrigado por tudo. Às vezes, até alguns que pareciam inimigos se tornaram amigos neste momento", declarou em vídeo na sua página no Instagram.

 


O atleta sabe que ainda terá uma longa recuperação pela frente, mas garantiu que vai superar este momento difícil. "Então, queria deixar meu muito obrigado, de coração, por tudo que fizeram por mim. Saibam que estou bem, vou fazer de tudo para vencer tudo que tiver daqui para frente."

Neto foi o grande herói do título mundial da seleção brasileira em 2012, quando marcou o gol que deu a vitória por 3 a 2 na decisão contra a Espanha, na prorrogação. Naquele ano, também foi eleito o melhor jogador de futsal do mundo.

Veterano, o fixo foi revelado pelo Atlético-MG ainda nos anos 90 e passou por clubes como Ulbra, Santos, Joinville e Corinthians, seu último time no Brasil. Atualmente, veste as cores do Kairat Almaty, do Casaquistão.

Mais conteúdo sobre:
Futsal futsal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.