Após Sandy, Nova York confirma realização da maratona no domingo

Cidade da costa Leste dos Estados Unidos foi atingida pela supertempestade nos últimos dias

AE-AP, Agência Estado

31 de outubro de 2012 | 19h56

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, confirmou nesta quarta-feira que a Maratona de Nova York será mesmo realizada no domingo, conforme estava previsto inicialmente. Nos últimos dias, foi cogitado o adiamento da prova por causa dos enormes estragos causados pela supertempestade Sandy, que atingiu a cidade e toda a costa Leste dos Estados Unidos.

Uma das principais maratonas do mundo, a prova de Nova York costuma reunir mais de 47 mil participantes e percorre todas as regiões da cidade. Mas, a não ser pelo trecho inicial, o restante do percurso passará por áreas que não sofreram muito com as fortes chuvas e ventos provocados pela passagem do Sandy no início da semana.

"Muita gente vem para a cidade, é um grande evento para Nova York. Muitos negócios dependem da maratona, temos que manter a atividade econômica", afirmou Bloomberg, ao justificar a decisão de manter a corrida no domingo, mesmo diante das dificuldades vividas pelos nova-iorquinos, como a falta de energia elétrica e transporte público.

Segundo os organizadores da prova, mesmo com a devastadora passagem do Sandy, não houve aumento significativo do cancelamento das inscrições para a disputa no domingo. O brasileiro Marilson Gomes dos Santos, bicampeão da Maratona de Nova York (venceu em 2006 e 2008), é um dos atletas com presença confirmada na edição deste ano.

Apesar da manutenção da maratona no domingo, a passagem do Sandy afetou a agenda esportiva de Nova York. O jogo da NBA entre Brooklyn Nets e New York Knicks, que aconteceria na noite desta quinta-feira na cidade, foi adiado para data ainda indefinida. E outras partidas da liga norte-americana de basquete também podem ser reprogramadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.