Após sorteio, Vadão comemora jogos da seleção feminina no Rio e em Manaus

O técnico Vadão ficou satisfeito com o resultado do sorteio das chaves do torneio feminino de futebol dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Cerimônia realizada no Maracanã definiu que a seleção brasileira feminina jogará duas vezes no Rio de Janeiro e uma em Manaus na primeira fase.

Estadão Conteúdo

14 de abril de 2016 | 17h06

"Vamos jogar duas no Rio. Estamos dentro do clima olímpico, tudo é aqui no Rio, óbvio que nós teremos uma recepção muito boa. Mas quem está dando mais público no campeonato feminino brasileiro é o Iranduba, time que joga na Arena de Manaus. O público lá tem reconhecido o futebol feminino. Então acho que teremos um apoio maciço da torcida nos três jogos", celebrou Vadão.

Pelo sorteio, a seleção encabeçará o Grupo E, ao lado de China, Suécia e África do Sul. O primeiro jogo será contra as chinesas, no dia 3 de agosto, às 16 horas. Depois, elas duelam com a Suécia no dia 6, novamente no Rio, e fecham a fase inicial contra as sul-africanas no dia 9, em Manaus.

Entre as outras chaves, Canadá, Austrália, Zimbábue e Alemanha compõem o Grupo F, enquanto o Grupo G terá Estados Unidos, Nova Zelândia, França, Colômbia. Na avaliação de Vadão, houve equilíbrio entre as chaves. "Até pelo critério que a Fifa usa de distribuir pelo ranking, então você vê que todo grupo tem duas seleções consideradas favoritas. Acho que nosso grupo não foi diferente", avaliou.

Na primeira fase, o maior desafio brasileiro será justamente a seleção chinesa, na estreia. "A China vem numa ascensão muito grande, visto o que está sendo feito com os jogadores brasileiros, tanto no masculino quanto no feminino. É um plano de governo", ponderou Vadão.

O treinador, contudo, admitiu que as brasileiras ainda não estão totalmente preparadas para o início da disputa. Por isso, a seleção fará dois amistosos contra o Canadá em junho, a dois meses dos Jogos Olímpicos.

"Não estamos 100% preparados hoje, temos que nos preparar para essa parte emocional, a ansiedade, a torcida a favor, tudo isso será trabalhado. Esse aspecto é fundamental e temos que estar muito bem equilibrados", avisou o técnico brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.