Após suspensão, agência antidoping da Rússia anuncia novo chefe

Tatyana Chirkina era a chefe da contabilidade da agência antes de assumir a nova função

Estadao Conteudo

20 de março de 2017 | 17h06

Após sofrer dura punição em meio ao escândalo de doping no esporte russo, a Agência Antidoping da Rússia (Rusada) anunciou nesta segunda-feira um novo chefe. Tatyana Chirkina vai assumir temporariamente o cargo até a definição de um novo dirigente para a entidade que busca recuperar a credibilidade diante das autoridades antidoping do mundo.

Tatyana Chirkina era a chefe da contabilidade da agência antes de assumir a nova função. Ela vai suceder Anna Antseliovich, que era a chefe da entidade desde dezembro de 2015, logo após o início da suspensão aplicada pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês). Antseliovich deixou o cargo no mês passado.

Chirkina assumiu a função em caráter provisório até os dirigentes russos definirem um chefe definitivo. A Rusada não estabeleceu um prazo para esta escolha.

A agência russa foi suspensa pela Wada por causa das denúncias de doping no atletismo russo em 2015. As alegações, depois, atingiram o esporte russo em geral, até alcançar os Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, em 2014.

Segundo denúncia, dirigentes russos contaram com apoio até do governo local para trocar amostras dos atletas nacionais e burlar a fiscalização antidoping. Enquanto a entidade russa está suspensa, as amostras de esportistas do país estão sendo analisadas pela agência britânica antidoping.

Tudo o que sabemos sobre:
Atletismoatletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.