Após susto, ala de futsal do Cascavel deixa hospital

O ala Caça, do time de futsal do Cascavel (PR), recebeu alta na manhã desta sexta-feira do Hospital São Lucas, onde estava internado desde a noite da última segunda após ter batido forte com a cabeça no chão e no banco de reservas durante jogo contra o Orlândia, pelas quartas de final da Liga Futsal.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2013 | 13h30

O jogador chegou ao hospital localizado em Cascavel desacordado, antes de despertar e pouco depois precisar ser sedado e entubado após exibir estar confuso ao proferir palavras sem nexo. Por causa do seu quadro inicialmente preocupante, ele também foi colocado pelos médicos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) já na noite de segunda-feira.

Caça bateu com a cabeça no chão após levar uma forte trombada de Vinícius, do Orlândia, na partida terminada com o placar de 4 a 1 para o Cascavel, que atuou em casa. Ele precisou deixar o ginásio do confronto com o corpo e o pescoço imobilizados, mas exames realizados no dia seguinte descartaram lesões na coluna cervical e no crânio do atleta.

Por meio de nota publicada em seu site oficial, o time de futsal do Cascavel destacou que os médicos do Hospital São Lucas recomendaram repouso ao atleta por precaução, apesar de o jogador se encontrar em bom estado de saúde. O clube também informou que o ala será reavaliado na próxima semana por um neurologista, que poderá liberar a sua volta às atividades físicas.

Caça festejou a sua recuperação e agradeceu o apoio recebido neste período em que ficou internado. "Quero agradecer todo o carinho que recebi de todo o Brasil e do mundo, minha família, que está aqui comigo, todos meus colegas, comissão técnica e torcedores. Também quero agradecer muito a todos do Hospital São Lucas. Serei sempre grato e agora vou repousar, para na próxima semana ser reavaliado e poder voltar a fazer o que amo, jogar futsal", disse o jogador, para depois revelar que ainda sofre um pouco com os efeitos da forte pancada na cabeça.

"Ainda estou um pouco tonto, mas estou muito feliz por estar me recuperando. Amanhã (sábado) o Cascavel tem um jogo muito importante pelo Paranaense e irei ao ginásio apoiar os meus colegas, dando toda a força, Deus abençoe todos vocês", finalizou o atleta, que é um dos destaques do Cascavel nesta edição da Liga Futsal, com 14 gols marcados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.