AP /Enric Marti
AP /Enric Marti

Após terremoto, comunidade paralímpica se une para arrecadar fundos para o México

Mundiais Paralímpicos de Natação e de Halterofilismo, que aconteceriam no país, foram adiados

Estadão Conteúdo

25 de setembro de 2017 | 19h36

O terremoto que matou centenas de pessoas no México e atingiu outras milhares gerou uma onda de solidariedade no mundo do esporte. A comunidade paralímpica, por exemplo, que teria três eventos disputados no país, se uniu e lançou na última sexta-feira uma campanha para arrecadar fundos para as vítimas.

Por conta do terremoto, os Mundiais Paralímpicos de Natação e de Halterofilismo, que aconteceriam no país, foram adiados. Apenas o Mundial Paralímpico de Tiro com Arco foi mantido e será sediado pela Cidade do México entre os dias 15 e 22 de outubro.

"Quando nós adiamos os Campeonatos Mundiais que aconteceriam, mais cedo na semana passada, um número de membros do movimento paralímpico nos perguntou como eles poderiam ajudar a aliviar os esforços. Nós acreditamos que, trabalhando com a Unicef, lançar esta campanha de fundos é o mínimo que podemos fazer em uma hora difícil", disse o presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Andrew Parsons.

De acordo com as últimas informações fornecidas pelo governo mexicano, o terremoto da última terça-feira, de magnitude 7,1, deixou 324 mortos no México. Foram 186 mortes confirmadas na Cidade do México, 73 em Morelos, 45 em Puebla, 13 no Estado do México, seis em Guerrero e uma em Oaxaca.

A tragédia gerou comoção mundial e diversas personalidades do esporte anunciaram doações às vítimas e ao governo mexicano. O objetivo da comunidade paralímpica é arrecadar US$ 50 mil, sendo que foram obtidos somente US$ 1.475 até a tarde desta segunda. O site para realizar a doação é: https://www.crowdrise.com/o/en/team/fuerzamexico-paralympic-movement-support/agitos.

Tudo o que sabemos sobre:
Paralimpíadafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.