Após título mundial, Liga nacional de Handebol fica menor

Torneio terá um time a menos, mesmo depois do inédito título mundial feminino conquistado na Sérvia em dezembro de 2013

Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2014 | 18h28

Um ano depois de um inédito título mundial para o Brasil no handebol feminino, a Liga Nacional da modalidade diminuiu de tamanho. A competição começa nesta quinta-feira com 10 times, uma equipe a menos do que na temporada passada, iniciada antes do Mundial. Deixaram a competição as equipes de Itapevi (SP) e Umuarama (PR), ingressando apenas o Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ).

O formato de competição será muito parecido com o do ano passado, quando o Concórdia, de Santa Catarina, foi campeão. Pela segunda temporada consecutiva, serão dois grupos na primeira fase, com jogos em turno e returno. A diferença é que, se no ano passado houve divisão geográfica (Sul em um grupo, Sudeste/Centro-Oeste no outro), agora há uma mescla.

Outra novidade é a fase de quartas de final, o que vai fazer com que oito dos 10 times participantes avancem de fase. Semifinal e final novamente serão no formato de Final Four, com todos os jogos em uma mesma cidade, permitindo a transmissão pelo SporTV, detentor dos direitos de exibição do torneio.

Sete vezes campeã de forma consecutiva, a Metodista, de São Bernardo do Campo, deve mais uma vez brigar pelo título contra o Concórdia, que venceu a final do ano passado. O Vila Olímpica, do Rio, pode complicar, uma vez que vem fornecendo regularmente jogadoras para as seleções de base e principal.

Na chave A estão Apahand/UCS/Caxias do Sul (RS), Metodista/São Bernardo (SP), Santa/Feevale/Novo Hamburgo (RS), Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ) e Força Atlética/Governo de Goiás/Estácio de Sá (GO). Já a chave B é composta por Santo André (SP), Cascavel/FAG/Caio (PR), Espírito Santo Handebol (ES), Blumenau/FURB (SC) e Supergasbras/UNC/Concórdia (SC). 

A Liga Masculina começou em agosto e já está chegando ao fim da fase de grupos. Participam do torneio 11 equipes: Pinheiros (SP), Taubaté (SP), São José dos Campos (SP), Metodista/São Bernardo (SP), Maringá (PR), Itajaí (SC), Camboriú (SC), Santa Maria (RS), Colatina (ES), Juiz de Fora (MG) e Vila Olímpica (RJ). Em nenhuma das duas competições há equipes do Nordeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.