Paulo Fernandes / vasco.com.br
Paulo Fernandes / vasco.com.br

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Após vitória, Zé Ricardo cobra nova diretoria do Vasco e elogia jogadores

"Nós que damos a cara a tapa, técnico e jogadores", afirmou o treinador

Estadão Conteúdo

22 Janeiro 2018 | 12h06

Após a primeira vitória do Vasco no ano, sobre o Bangu, por 4 a 2, neste domingo, em São Januário, o técnico Zé Ricardo se mostrou contente com a atuação dos jogadores, mas fez questão de pregar cautela e falou pela primeira vez mais diretamente sobre a crise política que vive o clube.

+ Campello garante ser oposição a Eurico, mas diz que 'voto não se nega'

A nova diretoria, formada pelo presidente Alexandre Campello e pelo vice de futebol Fred Lopes, foi cobrada pelo treinador, que pediu que os responsáveis tracem um planejamento para dar um rumo ao clube.

"É preciso apresentar um projeto para o futebol, seja de curto, médio ou longo prazo. O Zé Ricardo precisa entender o Vasco. Os jogadores estão sendo maravilhosos e precisam ser respeitados. Está evidente que precisamos tomar um rumo. Se temos problemas, temos que remar para o mesmo lado. Assim vamos sair da situação. Se não tiver projeto, fica difícil falar em continuidade", cobrou.

"Nós que damos a cara a tapa, técnico e jogadores. Esse é o momento de falar. Está começando uma nova era no Vasco. Precisamos saber quem será o gerente, a quem vamos recorrer quando os problemas surgirem", completou.

Em relação ao jogo, Zé Ricardo, que já teve o primeiro contato com o novo presidente do clube, aprovou a atuação do time e enxergou melhora no desempenho de seus comandados em relação à estreia no Campeonato Carioca.

"Houve uma melhora em relação ao jogo contra o Bangu, em especial no primeiro tempo. Tivemos momentos bons na partida e erramos algumas coisas, mas esperamos consertar em breve. Vamos pensar agora na partida de quarta-feira em Bacaxá. Iremos procurar dar ritmo aos atletas que precisam".

Sem adiantar ainda quem pode jogar na estreia na fase preliminar da Copa Libertadores, no final do mês, diante do Universidad de Concepción, no Chile, o treinador disse que irá usar os próximos dois jogos no Estadual para avaliar quem está bem e indicou que haverá mudanças no time titular.

"Tenho algumas dúvidas sobre a forma que iremos jogar no Chile e vamos utilizar esses dois jogos para encontrar uma forma de jogar mais definida. Ideia nós temos, mas ainda precisamos definir os mecanismos e os atletas que iremos utilizar. Não posso garantir o que vai mudar, mas vamos ter modificações para essa estreia", avaliou.

Com três pontos, o Vasco ocupa o terceiro lugar no Grupo B da Taça Guanabara. O próximo compromisso do time será na quarta-feira, em Bacaxá, contra a Cabofriense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.