Alberto Saiz/AP
Alberto Saiz/AP

Argentinos esperam por mais um show de Messi

Atenções estarão voltadas para o craque do Barcelona, que ganhará uma homenagem antes da partida

BUENOS AIRES, O Estado de S.Paulo

22 de março de 2013 | 02h07

A Argentina receberá a Venezuela para um jogo que poderá deixá-la mais perto da Copa do Mundo do Brasil, mas isso é um assunto quase secundário para os argentinos. E por um motivo simples: no dia de hoje, tudo em Buenos Aires girará em torno de Messi. O genial atacante será o centro das atenções e o principal motivo para a torcida lotar o Monumental de Nuñez.

A partida será a primeira de Messi em seu país depois de ter ganho a Bola de Ouro da Fifa pela quarta vez consecutiva e, por esse motivo, ele será homenageado antes de a bola rolar. O que, aliás, não agradou muito ao tímido astro. "Não esperava nenhuma homenagem. Não gosto muito dessas coisas antes dos jogos para que não influa depois, mas estou feliz pelo gesto."

Messi poderá alcançar hoje uma marca cheia de simbolismo. Se fizer três gols, ele chegará a 34 tentos com a camisa da seleção e se igualará ao terceiro maior artilheiro da história da equipe, ninguém menos do que Diego Maradona.

Único time que conseguiu vencer a Argentina no torneio, a Venezuela faz a melhor campanha de sua história nas Eliminatórias. Os venezuelanos estão em quarto, mas podem ser ultrapassados hoje por Uruguai e Chile.

Há quatro rodadas sem ganhar no torneio, os uruguaios receberão o Paraguai, time que faz uma campanha horrorosa - é o lanterna. Os chilenos visitarão o Peru, vice-lanterna, enquanto a Colômbia enfrentará a Bolívia em casa. Se vencer, o que é muito provável, a equipe colombiana assumirá a vice-liderança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.