Argentinos veem saída do Brasil com espanto

Os versos da melancólica bossa-nova Tristeza não tem fim, felicidade sim, entoada por João Gilberto, foi a sutil ironia que vários canais de TV argentinos utilizaram ontem para se referir à eliminação da seleção do Brasil na Copa América.

, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2011 | 00h00

Mais do que festa entre os argentinos em ver o rival fora da competição, em Buenos Aires predominou o espanto pela eliminação dos brasileiros.

Com sobriedade, o jornal econômico Âmbito Financiero definiu em sua manchete a saída do Brasil como algo "insólito". O tradicional La Nación colocou a manchete "Pena sem fim". O centenário jornal sustentou que o "Brasil, bicampeão (da Copa América), sofreu uma histórica eliminação".

O jornal Clarín denominou a vitória do Paraguai como um "Paraguaço!".

O jornal esportivo Olé, famoso por suas posições chauvinistas, ressaltou com ironia que a seleção brasileira colocou a "culpa" da eliminação no gramado do estádio de La Plata. / ARIEL PALACIOS, DE BUENOS AIRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.