AP Photo/ The Canadian Press/ Graham Hughes
AP Photo/ The Canadian Press/ Graham Hughes

Armstrong é ordenado a devolver dinheiro por vitórias na França

Ex-ciclista pagará US$ 10 milhões a empresa de seguros norte-americana que bancou três premiações do atleta no Tour de France

REUTERS

16 de fevereiro de 2015 | 19h07

Lance Armstrong foi ordenado a pagar 10 milhões de dólares a uma companhia de seguros para esportes depois que juízes decidiram contra o desacreditado ciclista no caso sobre bônus recebidos por ele durante sua sequência de vitórias no Tour de France, disse a empresa nesta segunda-feira.

A SCA Promotions, sediada em Dallas, nos EUA, pagou 12 milhões de dólares em bonificações a Armstrong, mas acabou processando o atleta para receber o dinheiro de volta quando ele admitiu ter feito uso de doping.

Os juízes emitiram a decisão a favor da SCA após uma audiência de várias dias durante a qual Armstrong testemunhou em pessoa.

“De acordo com a decisão escrita dos juízes, as sanções outorgadas punem Armstrong por engajar em ‘desfile sem paralelos de perjúrio internacional, fraude e conspiração”, disse a SCA em um comunicado.

O dinheiro das bonificação da SCA foram pagos por três das sete vitórias de Armstrong na corrida Tour de France. O ciclista perdeu todos os seus títulos e foi banido para sempre do esporte em 2012, após uma investigação da agência anti-doping dos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismotour de francelance armstrong

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.