Ernesto Rodrigues/AE - 27/12/2011
Ernesto Rodrigues/AE - 27/12/2011

Arquitetos exigem R$ 13 milhões do Palmeiras por obras na Arena

Escritório Ferro & Talaat diz ser o autor do projeto que deu o alvará de reforma para o clube

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2012 | 03h04

SÃO PAULO - O Palmeiras não consegue ter muitos dias de paz com as reformas no Palestra Itália. Agora, o escritório de arquitetura Ferro & Talaat diz ser o autor do projeto que deu o alvará de reforma para o clube e promete entrar na Justiça exigindo até 4% do orçamento da obra, estimado em R$ 330 milhões.

De acordo com José Cyrillo Júnior, que foi responsável do Palmeiras pelo projeto anterior, o clube não tem com o que se preocupar. "Nossos advogados estão tranquilos e eles (os arquitetos) não têm justificativas para paralisar nossa obra", contou. "Não foi usado nada do projeto arquitetônico deles e a parte que tinha foi totalmente demolida, nada foi usado pela WTorre", explicou o ex-dirigente. "E a gente tinha um contrato de risco: só pagaríamos se o contrato vingasse", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasArena Palestra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.