'Artefato secreto' controlará marcha em cerimônia de abertura dos Jogos

As 205 delegações marchando na cerimônia de abertura da Olimpíada de Londres serão controladas por um "artefato secreto" para não atrasarem a parada, informou o Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta terça-feira.

KAROLOS GROHMANN, Reuters

24 de julho de 2012 | 17h28

Milhares de atletas representando 204 nações e os quatro marchando sob a bandeira olímpica caminharão em passo semelhante com a ajuda do aparato, disse Gilbert Felli, diretor-executivo do COI, aos repórteres.

Richard Pound, membro do COI, disse também nesta terça que foi uma "bagunça" a maneira como os atletas tiraram fotos, filmaram e enviaram mensagens durante as paradas de outras Olimpíadas, e que atrasaram a procissão.

"Temos trabalhado bastante duro e definimos muito bem quem pode participar, e temos treinado como vamos fazer a coisa acontecer", declarou Felli.

"Iremos acelerar a marcha para que aqueles que entram no clima e marcham não sejam penalizados por aqueles que tiram fotos. Temos um artefato secreto. Vocês verão, é segredo e não posso dizer agora."

Felli disse que detalhes dos procedimentos da parada serão dados aos líderes das delegações em uma reunião na quarta-feira.

Em um ensaio na noite de segunda-feira, o diretor Danny Boyle - do filme "Quem quer ser um milionário?"- pediu a cerca de 30 mil espectadores para não publicarem detalhes ou fotos de seu espetáculo nas redes sociais.

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPABERTURAARTEFATO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.