Artilharia pesada no Morumbi

A expectativa é a de um clássico repleto de gols. Redes balançando, comemorações nas arquibancadas. Em campo, dois dos melhores atacantes do País. Keirrison, artilheiro do Campeonato Paulista, com 12 gols, quer ajudar o Palmeiras a sacramentar a liderança na primeira fase para chegar às semifinais com vantagem. Do outro lado, Washington, dois gols a menos, tem o objetivo de deixar o São Paulo mais próximo da etapa seguinte. O confronto entre os atacantes começa às 16h10, no Morumbi.No ano passado, os dois empataram na artilharia do Campeonato Brasileiro, ao lado do santista Kléber Pereira, com 21 gols cada. No atual torneio, o palmeirense está na frente. Quando enfrentou o Santos, Keirrison marcou duas vezes na vitória por 4 a 1 - o gol santista foi de Kléber Pereira. No duelo com o corintiano Ronaldo, o jovem de 20 anos se deu mal frente ao seu ídolo. Passou em branco no empate por 1 a 1, jogo em que o Fenômeno igualou o placar no fim. Hoje, quer superar Washington, a quem mostra respeito."Vejo o Washington pela personalidade que ele tem. Passou por dificuldades e nunca desistiu", disse Keirrison. "Ele demonstra essa força de vontade dentro de campo e eu procuro ter essa personalidade também", falou, admitindo que se inspira no futebol do artilheiro são-paulino. "Sempre observo bem os atacantes."Se em quase todos os outros jogos do Estadual Keirrison foi feliz, o desafio hoje se mostra mais difícil: afinal, ele terá pela frente uma das defesas mais elogiadas do País. "Mas vamos tentar jogar nos erros deles."Washington, por sua vez, busca seu primeiro gol com a camisa são-paulina em um clássico. No empate por 1 a 1 contra o Corinthians, o atacante não jogou. Diante do Santos (derrota por 1 a 0), o artilheiro passou em branco. Mas, embalado, espera um grande duelo contra o camisa 9 palmeirense. "O confronto com o Keirrison será muito legal, mas não maior do que o duelo entre São Paulo e Palmeiras."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.