Asafa Powell bate o recorde de Estocolmo e ganha diamante

O atleta jamaicano Asafa Powell, recordista mundial dos 100 metros ao lado do norte-americano Justin Gatlin, com 9s77, conseguiu estabelecer nesta terça-feira o melhor tempo da história do Grande Prêmio de Atletismo de Estocolmo, ao marcar 9s86.Por causa deste tempo, Powell recebeu dos organizadores um diamante no valor de 10 mil dólares, que é oferecido aos atletas que batem recordes no estádio de Estocolmo - a marca anterior pertencia ao norte-americano Maurice Greene, que em 1999 percorreu os 100 metros em 9s87.Grande rival do jamaicano, Gatlin está se recuperando de uma lesão e só deve voltar a competir no próximo mês. Powell, que no começo do ano declarou que tentaria alcançar a marca dos 9s70, voltará a correr a prova dos 100 metros na próxima sexta-feira, em Londres, na Inglaterra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.