Asafa Powell competirá em Paris antes de ser julgado

Os organizadores da etapa de Paris da Diamond League anunciaram nesta terça-feira que o jamaicano Asafa Powell competirá no evento no dia 5 de julho, às vésperas de ser julgado pela Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês). Ele só poderá correr na França, aliás, porque a entidade aceitou o pedido de liberação do velocista e o liberou para voltar a competir após uma punição pelo uso de doping.

AE-AP, Agência Estado

24 de junho de 2014 | 10h37

Asafa Powell disputará a prova dos 100m, dias antes de sua audiência na CAS, marcada para os dias 7 e 8 de julho. O jamaicano foi punido no ano passado com 18 meses de suspensão depois de ter sido flagrado em exame antidoping, mas conseguiu a liberação provisória na última semana, após apelar contra a decisão.

Powell, de 31 anos, foi punido pela Comissão Antidoping da Jamaica depois de ter testado positivo para o estimulante oxilofrina em seletiva jamaicana para o Mundial de Atletismo, em junho do ano passado. A punição de 18 meses, que é de caráter retroativo (começou a valer em 21 de junho, data que foi coletada a amostra que apontou o uso da substância proibida), foi anunciada em abril.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoDiamond LeagueAsafa Powell

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.