ASP anuncia volta de Jeffreys Bay ao circuito mundial de surfe profissional

Lendária onda sul-africana estava fora do calendário desde 2011

O Estado de S. Paulo

24 de fevereiro de 2014 | 15h34

SÃO PAULO - A Associação de Surfistas Profissionais anunciou o retorno da etapa de Jeffreys Bay ao circuito mundial do WCT, um dos melhores point breaks do mundo. A famosa onda africana, conhecida por suas águas geladas, é produzida sobre uma plataforma de pedras, o assoalho rochoso proporciona extensas direitas, muito cobiçadas pelos surfistas. O evento será realizado entre 10 e 20 de julho, quando as ondas atingem suas melhores formações, em pleno inverno africano.

Com previsão para três edições, o contrato firmado tem validade até 2016. "É justo que uma das melhores ondas do mundo volte a estrelar o circuito mundial", afirmou Paul Speaker, executivo da ASP. "Jeffreys Bay traz uma herança incrível para o esporte e a comunidade local têm sido fundamental para o retorno da África do Sul no cenário do surfe profissional. Estamos muito gratos e ansiosos para esta edição", concluiu o diretor.

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
EsportesSurfeJeffreys BayMineirinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.