Associação mantém a prata para Esquiva

O pedido do Comitê Olímpico Brasileiro de revisão do resultado da luta entre o brasileiro Esquiva Falcão e o japonês Ryoto Murata na decisão da medalha de ouro nos Jogos de Londres foi rejeitado. A Associação Internacional de Boxe Amador (Aiba) manteve a vitória do asiático na categoria até 75 kg por 14 a 13. A solicitação foi feita depois que o árbitro polonês Mariusz Gorn disse ter punido o brasileiro com a perda de dois pontos por achar que ele vencia luta por 4 pontos. A Aiba afirmou que o árbitro em nenhum momento indicou à entidade que tivesse cometido um erro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.