Astro sul-africano do rúgbi morre após batalha de 6 anos contra doença motora

Joost van der Westhuizen enfrentou uma esclerose lateral amiotrófica

O Estado de S.Paulo

06 Fevereiro 2017 | 11h50

Faleceu nesta segunda-feira, em Johanesburgo, um dos mais importantes jogadores da história do rúgbi. Campeão mundial em 1995, em casa, o sul-africano Joost van der Westhuizen lutou por seis anos contra a esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença motora, degenerativa, que ataca as células que controlam as atividades musculares. Aos poucos, perdeu a fala e os movimentos.

Van der Westhuizen se aposentou da seleção da África do Sul em 2003 como o maior artilheiro da equipe, tendo anotado 38 tries - quando o jogador carrega a bola até a linha de fundo. Depois, foi superado por Bryan Habana, que tem 66.

Em 1995, ele era um dos destaques da seleção da África do Sul que conquistou de forma histórica e emocionante o título do Mundial, em casa, em final decidida na prorrogação contra a Nova Zelândia. Depois de descobrir que tinha ELA, Van der Westhuizen criou uma organização, a J9 Foundation, que de dedica a auxiliar portadores da doença na África do Sul.

Mais conteúdo sobre:
Rúgbi Joost van der Westhuizen Esporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.