Astros do esporte mundial ensinam garotos no Quênia

Dois ex-atletas de destaque mundial, o francês Marcel Desailly e o norte-americano Michael Johnson, deram uma aula nesta quarta-feira a cerca de 50 jovens jogadores de futebol quenianos, na capital do país africano, Nairóbi. A visita faz parte do projeto da Fundação Laureus, que ajuda comunidades pobres em todo o mundo através do esporte. Desailly foi campeão mundial com a seleção francesa na Copa de 1998 e Michael Johnson é um dos maiores nomes do atletismo em todos os tempos, com cinco medalhas de ouro olímpicas nas provas dos 200 e 400 metros rasos. Os dois estão fazendo uma visita de quatro dias, que passará também por Uganda. Segundo os dados divulgados, a Fundação Laureus ajuda cerca de 150 mil jovens a praticarem esportes em 42 projetos diferentes pelo mundo, num investimento de US$ 2 milhões anuais. Eles estiveram no Projeto Mathare, em Nairóbi, conversando com alguns jovens atletas formados no local. Michael Johnson os ensinou a fazer alguns exercícios e falou sobre os riscos de usar drogas ou cometer crimes. Já Desailly chegou a jogar um pouco de futebol com eles. "O esporte pode lhes dar um pouco de orgulho e auto-estima", avisou o francês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.