Atento a jogo de rivais, Muricy confia no poder mental do Flu

Técnico dos cariocas diz que não seca Cruzeiro nem Corinthians e crê que o fator emocional vai decidir o campeonato

Leonardo Maia, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2010 | 00h00

Tudo que havia para ser treinado já foi treinado. O que havia para ser testado, formações, esquemas táticos, já foi testado à exaustão, depois de 34 rodadas do Campeonato Brasileiro. Nesta reta final, em que o título está no ar entre Fluminense, Corinthians e Cruzeiro, o que vai pesar mais é a força mental dos jogadores. Eis o pensamento de Muricy Ramalho, que está em vias de conquistar o seu quarto título brasileiro, depois do tricampeonato com o São Paulo (2006-07-08).

"Nestes últimos jogos, a parte mais importante vai ser a mental. Quem demonstrar ser mais forte mentalmente vai levar vantagem. As questões táticas, técnicas, isso tudo já foi mais do que treinado. Não tem o que inventar agora", destacou Muricy.

Às vésperas do jogo com o Goiás, amanhã, no Engenhão, o coletivo que comandou ontem nas Laranjeiras serviu apenas para confirmar as escalações de Deco e Fred entre os titulares e ausência de Emerson (dores no tornozelo) por pelo menos mais uma rodada.

Mais ainda faltou elucidar uma dúvida: Diguinho ou Valencia na cabeça-de-área? "Com o Deco, ganhamos mais criatividade e qualidade no passe, mas perdemos na marcação. Por isso testei o Valencia, que é mais alto que o Diguinho e pode ajudar no jogo aéreo. Até porque também não temos mais o Marquinho. Não decidi", comentou o técnico, que confirmou que estará à frente do televisor para assistir ao confronto de hoje entre Corinthians e Cruzeiro, seus perseguidores nesta reta final. Muricy diz que não vai secar ninguém, não vai torcer por nenhum resultado. Quer apenas apreciar a partida como alguém que gosta de futebol."Tenho amigos dos dois lados. Vou ver porque será um ótimo jogo", garantiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.