Atletas definem quem pode 'sambar' em Dusseldorf

O final de semana será de decisão para o judô brasileiro. O carnaval ficou para segundo plano diante do GP de Dusseldorf, um dos últimos eventos a contar pontos para o ranking que definirá os atletas classificados para a Olimpíada de Londres. Segundo as regras da Federação Internacional de Judô (FIJ) serão selecionados os 22 homens e 14 mulheres com maior número de pontos no dia 30 de abril, no limite de um atleta por país em cada categoria.

DUSSELDORF, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2012 | 03h05

Boa parte dos 14 judocas brasileiros que competirão na Alemanha estão praticamente garantidos em Londres, mas para outros o resultado pode ser decisivo, caso, por exemplo de Hugo Pessanha, que está na zona de classificação da categoria - 90 kg mas disputa vaga com Tiago Camilo, que está contundido e a 34 pontos do rival. Outra dupla que promove uma forte competição interna e estará em Dusseldorf é Luciano Corrêa e Leonardo Leite. No ranking entre os -100 kg estão separados por apenas 22 pontos.

Ganhar em Dusseldorf pode ser um importante diferencial para quem está na briga por uma vaga olímpica. No evento, o vencedor soma 200 pontos, o segundo colocado 120 e o terceiro 80 e tal pontuação não perderá seu valor até o fim de abril. A situação é a mesma para quem ficar em quinto lugar e ganhar 40 pontos. Quem terminar entre os 8 melhores soma 24; entre os 16 melhores, 16; e quem vence só um combate 8 pontos. Assim, todo o combate ganha importância.

Segundo as regras da Federação, os pontos conquistados na temporada maio/2010- abril/2011 valerão 50% do total e, a partir de maio de 2011 até abril de 2012, serão 100% computados. São contabilizados no ranking os resultados dos Campeonatos Mundiais, Masters (Top 16), Grand Slam, Grand Prix e Copa do Mundo. Depois de Dusseldorf serão realizadas duas etapas da Copa do Mundo, simultaneamente, no próximo fim de semana, em Praga e Varsóvia, mais as competições continentais. No caso das Américas, o evento será no Canadá entre os dias 26 e 29 de abril e cada país só poderá inscrever um atleta por categoria.

Acostumados. "Geralmente o carnaval coincide com um evento do Circuito Mundial. Até gosto do carnaval, mas, atualmente, tenho outras prioridades", conta a peso pesado Maria Suelen Altheman, campeã do Grand Prix de Amsterdã em 2011 e 10.ª colocada no ranking olímpico e mundial. "Estou me sentindo bem preparada para lutar em Dusseldorf e acredito que terei adversárias duras pela frente, já que este é um dos últimos eventos do ranqueamento para Londres", avalia a atleta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.