Atletas sírios chegam a Londres, diz COI

Havia incerteza sobre a vinda da delegação em meio aos combates no país

Reuters,

23 de julho de 2012 | 11h18

LONDRES - Atletas sírios chegaram a Londres e competirão na Olimpíada de 2012, informou uma autoridade do Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta segunda-feira, 23, pondo fim à incerteza sobre a possibilidade de a delegação participar dos Jogos em meio aos combates em seu país.

O encarregado das relações com os comitês olímpicos nacionais, Peres Miro, declarou que 'algumas autoridades' não estavam entre os recém-chegados, o que pode evitar um constrangimento diplomático para a Grã-Bretanha, que procura se distanciar do regime do presidente sírio, Bashar al-Assad.

Assad atraiu a condenação internacional por conta da intensificação do conflito com os rebeldes, que desencadeou uma uma guerra civil.

'Eles chegaram como planejado e estão prontos para competir', disse Miro à Reuters. 'Algumas autoridades decidiram não vir, e isso evita muitos problemas'.

Miro não as nomeou. No final de junho, a BBC relatou que a Grã-Bretanha recusou um visto para o líder do Comitê Olímpico da Síria, o general Mowaffak Joumaa, impedindo-o de comparecer aos Jogos entre os dias 27 de julho e 12 de agosto.

Há relatos de que alguns atletas podem não querer competir por um país denegrido aos olhos de muitos de sua região e do Ocidente.

A comunidade internacional clamou por sanções mais duras contra o governo sério, mas Rússia e China as impediram, vetando uma resolução das Nações Unidas.

Miro ainda disse que o presidente do Comitê Olímpico da Líbia, libertado na sexta-feira após ser sequestrado por homens armados em Trípoli, estará nos Jogos.

O ex-campeão líbio de judô Nabil Elalem assumiu o organismo depois da fuga do presidente Mohammed Gaddafi, filho do ditador deposto, para a Argélia no ano passado.

'Falamos com ele e todos estão muito felizes. Ele está tentando chegar antes do início dos Jogos', disse Miro.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.