Atlético-MG escala o que tem de melhor no Olímpico

O técnico Marcelo Oliveira cogitou poupar alguns titulares, mas ontem confirmou que o Atlético-MG entra em campo contra Grêmio, no Olímpico, com força máxima. Como o jogo é decisivo na disputa pelo título brasileiro, o treinador concluiu que seria "irresponsabilidade" jogar com reservas.À exceção do meia Serginho, lesionado, o Atlético-MG que enfrentará o Grêmio é o mesmo que, na 29ª rodada do Brasileiro, diante de um Maracanã lotado, derrotou o Flamengo por 3 a 0, naquela que é considerada a melhor apresentação do time na temporada. Os medalhões Petkovic e Marques, machucados, não jogam.Apesar de o Galo não ter mais pretensões no torneio, a possibilidade de influir na definição do campeão brasileiro - vencendo ou mesmo empatando em Porto Alegre - anima jogadores e comissão técnica. "Uma vitória vai ser importante para fechar o ano com chave de ouro", destacou o lateral-direito Sheslon, tentando criar certa indiferença a respeito da importância do jogo. "Sabemos da situação de Grêmio e São Paulo, mas acho que não temos que nos preocupar com isso."Para conseguir um bom resultado em Porto Alegre, o Atlético-MG buscará uma marcação forte, para inibir a pressão inicial do Grêmio, e velocidade nos contra-ataques. "Vamos marcar muito e ter cuidado no início da partida, para depois começarmos a chegar ao gol adversário", observou o técnico Marcelo Oliveira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.