Atlético-MG faz 3 a 2 no Botafogo e 'ganha' o 1º turno

Ronaldinho Gaúcho, com bela atuação, vence duelo contra o Seedorf em jogo emocionante, disputado na Arena Independência

MARCELO PORTELA , BELO HORIZONTE, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2012 | 03h05

O Atlético-MG manteve a liderança do Brasileiro e garantiu o título simbólico do primeiro turno ao vencer ontem o Botafogo por 3 a 2, de virada, num Estádio Independência lotado. O jogo foi eletrizante, com os dois times mostrando um futebol aberto e equilibrado.

A expectativa era de um duelo entre Ronaldinho Gaúcho e Seedorf, que atuaram juntos no Milan. Mas, apesar da boa atuação do botafoguense, foi o atleticano que acabou se destacando. E as torcidas só não viram um placar bem mais dilatado porque os dois ataques vacilavam no momento de concluir as jogadas.

Mesmo jogando fora de casa contra o líder da competição, o Botafogo tentou atacar forte desde o início. Porém, ao ir ao ataque, abria espaço para o bom toque de bola atleticano, que tentou se aproveitar dessas brechas. Só na etapa inicial os anfitriões fizeram 10 finalizações contra o gol adversário.

Porém, foram os visitantes que saíram na frente. Aos 36 minutos de jogo, Leonardo Silva afastou mal um cruzamento e a bola sobrou para Andrezinho, na entrada da pequena área, encobrir o goleiro Victor. Mas a vantagem carioca não durou cinco minutos, já que o Atlético chegou ao empate com Escudero aos 41.

Com o empate, o time da casa voltou na etapa final já em cima dos visitantes. O goleiro Jefferson fez duas defesas difíceis no início. Aos 8, porém, não teve o que fazer. A bola sobrou para Ronaldinho na pequena área que só tocou para Jô desempatar.

Então, o técnico atleticano, Cuca, substituiu Escudero pelo atacante Neto Berola. Mas Leonardo Silva fez pênalti em Seedorf e Andrezinho empatou de novo. A comemoração botafoguense durou exatos 9 minutos. Berola, que voltava de fratura, recebeu passe de Carlos César e garantiu a 13.ª vitória do Galo: 3 a 2. "Graças a Deus foi um bom retorno, com o gol da vitória. Deu tudo certo'', comemorou Berola.

A alegria da torcida atleticana foi ainda maior porque o Cruzeiro foi a Curitiba e levou 4 a 0 pelo Coritiba. Lucas Mendes e Ayrton abriram 2 a 0 para os paranaenses no primeiro tempo. Na etapa final, Roberto e Anderson Aquino construíram a goleada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.