Atlético perde e Flu continua líder

Ao ser derrotada pelo Náutico no Recife por 1 a 0, equipe mineira se mantém a dois pontos do time carioca

O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2012 | 03h03

O Náutico anulou os principais jogadores do Atlético-MG, mostrou mais empenho e determinação e mereceu vencer por 1 a 0, ontem à tarde no Estádio dos Aflitos, no Recife. O gol foi marcado por Souza. Com a nona vitória no Campeonato Brasileiro, o time pernambucano passou a somar 31 pontos. Já a equipe mineira desperdiçou a chance de reassumir a liderança, seguindo com dois pontos atrás do Fluminense (mas com um jogo a menos).

O Náutico tomou a iniciativa desde o início. E poderia ter aberto a contagem com um gol-relâmpago aos 13 segundos: Rhayner chegou a afobado depois do cruzamento da direita e a bola saiu por cima do gol do goleiro Victor. "Eu não esperava a 'furada' do Réver", tentou justificar o jogador no intervalo.

Do Atlético-MG, principalmente de Ronaldinho Gaúcho e Bernard, se esperava muito mais. Mas eles foram anulados pela forte marcação do Náutico, com destaque para o volante Josa (que manchou sua atuação com uma expulsão no final).

O Náutico voltou com mais determinação ainda no segundo tempo. E aos 3 minutos, em falta da entrada área, Souza marcou.

O técnico Cuca partiu para as substituições, mas elas não deram certo. Seu time continuou a ser dominado e cedendo espaços ao adversário. Aos 23, o time da casa teve a grande chance para ampliar, mas Araújo cobrou mal o pênalti e Victor (que se adiantou) defendeu no canto esquerdo. Depois Victor salvou outro gol.

Em Varginha, Cruzeiro e Vasco disputaram um jogo equilibrado e empataram por 1 a 1. Renato Silva (contra) e Nilton, ambos no primeiro tempo, fizeram os gols. Com o resultado, o Vasco (que teve a estreia oficial do técnico Marcelo de Oliveira) se mantém em 4.º lugar, com 43 pontos, e o time mineiro tem 35.

Em Salvador, com um gol salvador de Cláudio Pitbull aos 45 minutos do segundo tempo, o Bahia ganhou de virada do Figueirense por 2 a 1 e continuou se afastando da zona do descenso. Júlio César abriu a contagem no primeiro tempo. O outro gol do Bahia foi marcado por Hélder.

À noite, em Porto Alegre, o Sport começou vencendo o Internacional com gols de Rithelly e Gilsinho. Mas no segundo tempo o Inter reagiu com gols de Cassiano e Leandro Damião: 2 a 2.

No Rio, o Grêmio começou vencendo, com gol de Marcelo Moreno, mas cedeu empate ao Flamengo no segundo tempo: gol de Adryan: 1 a 1.

Em Campinas, Ponte Preta disputaram uma partida equilibrada mas ficaram no 0 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.