Atlético-PR ganha do Fluminense e sobe no Brasileiro

Time do Paraná não perde há quatro rodadas

Thiago Rabelo, especial para a AE, Estadão Conteúdo

24 de julho de 2016 | 18h25

O Atlético Paranaense confirmou a boa fase e derrotou o Fluminense por 1 a 0, neste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba. Invicto há quatro jogos, o time rubro-negro está em ascensão na competição e se projeta como um dos candidatos para uma vaga na Copa Libertadores com o que apresentou nestas primeiras 16 rodadas do Campeonato Brasileiro.

Com 27 pontos e invicto há quatro jogos, o Atlético, no sábado, vai ao Recife para enfrentar o Sport, no estádio da Ilha do Retiro. Já o Fluminense, que permanece com 21 pontos, tenta reabilitação no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ), no domingo, contra a Ponte Preta. O primeiro tempo foi de amplo domínio rubro-negro, com possibilidade de uma vitória com tranquilidade. Sem muita cerimônia, os mandantes quase abriram o marcador aos 5 minutos, quando Vinícius driblou Wellington Silva e chutou forte. A bola passou pelo goleiro Diego Cavalieri, mas não por Gum, que salvou na linha do gol.

A única chance tricolor saiu de um erro de Weverton. O goleiro tentou sair com os pés, mas se atrapalhou e perdeu a bola para Richarlison. O atacante chutou fraco e viu Thiago Heleno também salvar antes da bola entrar no gol.

Melhor em campo, o Atlético voltou a criar aos 32 minutos, quando Pablo quase aproveitou o passe de Yago. O gol não demorou a acontecer. Aos 33, Walter fez bem a parede e passou para Hernani chutar forte e fazer 1 a 0. Nem o gol fez o Fluminense acordar na partida. Presa fácil, o time rubro-negro seguiu no ataque, mas sem a mesma facilidade para finalizar.

O intervalo foi o momento para o técnico Levir Culpi mexer com a entrada de Dudu para reforçar o meio de campo do Fluminense. O time melhorou e quase empatou com Marcos Júnior de bicicleta. Mas, pouco tempo depois, mostrou as suas deficiências e quase sofreu mais um gol. Primeiro foi com Hernani, em cobrança de falta defendida por Diego Cavalieri. Na sequência, a trave salvou a equipe na tentativa de Juninho. O Atlético mostrava futebol para ter uma vitória mais tranquila. Aos 21 minutos, Yago entrou na área com facilidade e chutou cruzado para a defesa de Diego Cavalieri. No rebote, Walter concluiu, mas ficou na defesa.

Ex-jogador do Fluminense, Walter aproveitou a forma física para proteger a bola e segurar o jogo. Conseguiu. Nos momentos em que era mais pressionado, o atacante rubro-negro conseguiu esfriar a partida e, com uma assistência, foi peça importante para garantir a vitória rubro-negra na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 1 x 0 FLUMINENSE

ATLÉTICO-PR - Weverton; Léo, Thiago Heleno, Wanderson e Sidcley; Otávio, Hernani, Vinícius (Juninho) e Yago (Giovanny); Pablo e Walter (Marcão). Técnico: Paulo Autuori.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas (Edson), Cícero e Maranhão (Dudu); Marcos Júnior, Samuel e Richarlison (Magno Alves). Técnico: Levir Culpi.

GOL - Hernani, aos 33 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Walter, Vinícius e Léo (Atlético-PR); Henrique, Edson, Gum, William Matheus e Samuel (Fluminense).

ÁRBITRO - Francisco Carlos do Nascimento (AL).

RENDA - R$ 304.110,00.

PÚBLICO - 14.959 pagantes (16.913 no total).

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.