Atletismo: Brasil terá 4 no Mundial

O Brasil, sem tradição nas competições de atletismo em pista coberta, deverá ter apenas quatro representantes no 8º Campeonato Mundial Indoor, que será disputado de 9 a 11 de março, em Lisboa. Maurren Magi (60 metros com barreiras), Sanderlei Parrela (400 metros rasos), Hudson Souza e Fabiane dos Santos (800 metros rasos) são os classificados até agora. O prazo para a inscrição de atletas e, conseqüentemente, para a obtenção dos índices exigidos para o torneio termina dia 27.Na única seletiva promovida pela Federação Paulista de Atletismo para a competição, no sábado, no Centro Cívico de Americana, nenhum atleta conseguiu as marcas mínimas exigidas pela Confederação Brasileira (CBAt).Embora sem índice, a competição em Americana teve bons resultados. Márcio Simão de Souza e Redelen Melo dos Santos, por exemplo, ficaram muito perto dos 13s60 exigidos nos 110 metros com barreiras. Simão completou a prova em 13s64, enquanto Redelen obteve a marca de 13s69.Nos 100 metros rasos, Raphael de Oliveira completou a distância em 10s45, 15 centésimos de segundo acima do índice de 10s30. O técnico Nélio Moura acha que o resultado mostra que Raphael tem chance de conseguir ainda a marca a tempo de participar do Mundial de Lisboa.Outro destaque da competição de Americana foi Thiago Jacinto Carahyba Dias, de apenas 16 anos, do Projeto Futuro. Ele venceu a prova do salto em distância com 7,68 metros, ficando a apenas 1 centímetro do recorde sul-americano da categoria, que já é dele. A marca garante a participação do atleta no Campeonato Mundial de Menores e no Campeonato Pan-Americano Juvenil.Além Maurren, Sanderlei, Hudson e Fabiane, Claudinei Quirino também tinha participação assegurada na equipe. Vice-campeão mundial dos 200 metros rasos, em Sevilha, o velocista resolveu concentrar sua preparação para a temporada ao ar livre. Ele estréia nas pistas este ano apenas no dia 13, em Curitiba.Já Maurren obteve vaga no Mundial de Lisboa na semana passada, ao completar os 60 metros com barreiras do Torneio Internacional de Viena, na Áustria, com o tempo de 8s14 (o índice era de 8s30). Maurren tem confirmada sua participação no Meeting de Atenas, na quarta-feira, na mesma prova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.