Atletismo em boa fase às vésperas de Atenas

O atletismo brasileiro teve uma boa semana no exterior neste início de temporada indoor (pista coberta), no ano da preparação para os Jogos Olímpicos de Atenas, em agosto. Na Rússia, o esporte registrou um recorde sul-americano de Márcio Simão de Souza nos 60 metros com barreiras (7s66); nos 60 m rasos, dois índices para o Mundial Indoor de Budapeste, de 5 a 7 de março, dos velocistas Cláudio Roberto de Souza (6s64) e Jarbas Mascarenhas (6s70). Nos Estados Unidos, o ouro de Osmar Barbosa dos Santos nos 600 m do Meeting de Boston e, ao ar livre, a vitória de William Amorim, neste domingo, na Maratona de Miami, com 2h14min42, índice olímpico. A lista dos atletas com índice na maratona inclui, ainda, André Luiz Ramos, Vanderlei Cordeiro de Lima e Otávio Pinheiro. Os três primeiros do ranking, em maio, terão a vaga assegurada.O meio fundista Osmar - finalista nos 800 m no Mundial de Paris e pré-qualificado para a Olimpíada na distância - ganhou os 600 m em Boston, sábado, com 1min15s19. Segundo o técnico Luiz Alberto de Oliveira, Osmar fez o quinto melhor tempo da história da prova.O destaque do Meeting de Boston foi o etíope Haile Gebrselassie, bicampeão olímpico nos 10 mil m, que ganhou os 3 mil (7min24s90). O brasileiro Hudson dos Santos foi o 13º (8min10s78). O atleta da Unoeste/Brasil Telecon, de Presidente Prudente, não teria mais clima no seu time após a denúncia da noiva, Marly Sales de Carvalho, contra o velocista Vicente Lenílson de Lima, por atentado violento ao pudor. "O Hudson não está muito bem. Creio que tudo isso atrapalha muito nos treinos e na preparação. Ele se machucou muito com a traição de uma pessoa que considerava amigo", afirmou Luiz Alberto.Neste domingo, o velocista Cláudio Roberto de Souza, integrante da equipe do revezamento 4 x 100 m que foi bronze no Mundial de Paris, em 2003, venceu os 60 m no Meeting de Moscou, com 6s64. Na quinta-feira, Claudinho havia conquistado a prata no Meeting de Samara, com 6s67, com Jarbas Marcarenhas (6s70), em terceiro (o índice para o Mundial Indoor é 6s74). No sábado, Márcio Simão de Souza, também pré-qualificado para a Olimpíada, melhorou seu recorde sul-americano dos 60 m com barreiras, com 7s66, em Stuttgart, Alemanha (seu tempo era 7s67). Márcio foi sexto na final, com 7s82.CAMPING - Começa nesta segunda-feira, em São Caetano, o camping para atletas do lançamento do martelo, com o especialista argentino Sergio Alfonsin. É um dos 18 campings que a Confederação Brasileira de Atletismo promove como parte do Programa de Apoio a Atletas, patrocinado pela Caixa Econômica Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.