Atletismo: estrelas em decadência

O 8º Campeonato Mundial Indoor (Pista Coberta) de Atletismo, encerrado domingo, no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, mostrou que uma velha geração de atletas está se despedindo das pistas. Ao contrário de brilhantes atuações que consagraram suas carreiras, participantes como o cubano Javier Sotomayor e a alemã Heike Drechsler decepcionaram os especialistas em Portugal.Sotomayor, recordista mundial indoor e ao ar livre do salto em altura, era apontado com o grande favorito para a conquista da medalha de ouro em Lisboa. Na prova, porém, não passou do modesto quinto lugar, mesma colocação obtida por Heike, campeã olímpica em Sydney no salto em distância.A irlandesa Sonia O?Sullivan, prata nos 5.000 metros nos Jogos Olímpicos de Sydney, teve desempenho pior ainda. Ela terminou em último lugar nos 1.500 metros rasos em Lisboa. O inglês Jonathan Edwards, recordista mundial do salto triplo e um dos astros do torneio, teve de se contentar com a medalha de prata. Aos 34 anos, o campeão olímpico britânico perdeu o ouro para o italiano Paolo Camossi por apenas seis centímetros de diferença (17m32 contra 17m26).Outras estrelas veteranas, como a ucraniana Inga Babakova, de 35 anos, mostraram que a idade não é um problema insuperável. Ela conquistou a medalha de prata na prova do salto em altura, repetindo o resultado obtido no Mundial de Maebashi, em 1999, no Japão.A competição portuguesa foi um bom início de temporada e a tendência demonstrada em Lisboa deverá ser confirmada até a disputa do Campeonato Mundial de Edmonton (ao ar livre), previsto para agosto, no Canadá. Até lá, porém, os atletas terão um grande número de competições pela frente. O destaque do calendário são os meetings que compõe o circuito oficial de Grandes Prêmios da Federação Internacional da modalidade.O Mundial de Lisboa reuniu 620 atletas de 130 países. O Brasil participou com apenas quatro representantes - Maurren Maggi, Fabiane Santos, Sanderlei Parrela e Hudson Souza -, que não conseguiram ter um bom desempenho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.